Pesquisa revela qual o leite ideal para a família brasileira

ago 22, 2012   //   de admin   //   Blog, Mercado, Notícias, Qualidade  //  Nenhum Comentário

Realizado pela Batavo, levantamento feito com médicos e nutricionistas avaliou qual a melhor versão da bebida para o consumo diário

O mercado de leite UHT oferece inúmeras opções ao consumidor. Porém, o que pouca gente sabe é que há diferenças sensíveis entre cada um deles. “Leite de caixinha não é tudo igual” afirma Luciane Matiello, diretora da unidade de lácteos da BRF. “E nem sempre a compra está pautada em qualidade e inovação”, completa.

Considerado de fácil acesso, o leite UHT é o mais consumido no país. Os mais populares são as versões integral, semidesnatada e desnatada. Mas, qual é a opção ideal para família brasileira? Em busca dessa resposta, a Batavo contratou a RGNutri Consultoria Nutricional, para entrevistar especialistas da área médica.

No total, 30 endocrinologistas e 30 nutricionistas foram consultados. Desse montante, 90% consideraram o leite semidesnatado a opção ideal para a família brasileira, pois possui os mesmos benefícios nutricionais do leite integral, porém, com menos gordura e, consequentemente, menor quantidade de calorias.

“Os profissionais consultados foram praticamente unânimes ao citar o leite semidesnatado como o ideal para a população em geral. Isso porque, o produto possui nutrientes essenciais que colaboram para a manutenção da saúde, além de quantidade equilibrada de gordura”, afirma Andrea Andrade, nutricionista da RGNutri.

“O brasileiro ainda não tem essa percepção. E, para difundi-la, a Batavo criou uma versão exclusiva de leite semidesnatado: o Batavo Ideal”, ressalta Matiello. “Esta opção, menos calórica que o integral, traz 1,5% de gordura, índice que proporciona mais sabor e o torna mais próximo do gosto dos brasileiros”, completa a executiva.

Além disso, um novo processo de produção foi instalado para preservar as características naturais da bebida. “A proposta da Batavo é oferecer um novo olhar sobre a categoria, facilitando a identificação do melhor leite para o consumidor”, explica Matiello.

Dados mundiais demonstram que os países desenvolvidos como França, Noruega, EUA, Suécia e Filandia, já aderiram ao consumo do leite semidesnatado, enquanto há uma tendência de crescimento nos países em desenvolvimento, como o Brasil e China.

Leite na Dieta

A Dietary Guidelines for Americas (DGA), 2010, publicação americana utilizada como modelo para programas de alimentação de larga escala, recomenda o consumo, a partir dos nove anos de idade, de três porções ao dia de leite com pouca ou nenhuma gordura, além de derivados da bebida. Para crianças entre 2 e 3 anos o indicado são duas porções diárias e de 4 a 8 anos de 2 a 2,5 porções/dia.

Aqui no Brasil, o Ministério da Saúde indica o consumo diário de três porções de leites e derivados. Além disso, é aconselhável a ingestão de 30% do valor calórico total consumido no dia, de gordura total, sendo 10% de gordura saturada e, por isso, é importante estar atento ao consumo deste tipo de gordura, encontrada principalmente em alimentos de origem animal.

“De acordo com o Guia Alimentar para População Brasileira, toda a família deve consumir três porções de leite e derivados por dia, o que corresponde a três xícaras de chá de leite ou um iogurte + um copo de leite + uma fatia e meia de queijo minas”, explica Andrea Andrade, nutricionista da RG Nutri.

O grupo de laticínios é composto por leite, iogurte, queijos e leite de soja fortificado. Destes produtos provem cálcio, proteína e outros nutrientes para uma vida saudável.

Deixe um comentário

CAPTCHA Image

Reload Image

Assine nossa Newsletter

Arquivos